19ª Legislatura 2019 - 2022

Notícia

Alepa realiza processo de limpeza e desinfecção

22/05/2020 9h55 - Atualizada em 22/05/2020 10h23
Por Mara Barcellos - AID - Comunicação Social

A higienização e a desinfecção são medidas que devem ser adotadas para evitar a propagação do novo Coronavírus, responsável pela Covid-19, conforme orientam os organismos de saúde.

Para reduzir a possibilidade de contágio e eliminar o vírus nos espaços da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), a Casa de Leis vem recebendo os serviços de desinfecção em todos os setores, incluindo o plenário e presidência.

Os serviços são realizados geralmente às sextas – feiras e os profissionais contratados utilizam produtos a base de quaternário de amônia, por não corroer os metais. É um dos produtos recomendados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Todos os trabalhadores que desenvolvem esses serviços estão protegidos com roupas e equipamentos adequados. Em média, os serviços são realizados em duas horas.    

A ação passou ainda pela parte interna da Alepa, corredores, salas e departamentos. Também receberam os serviços os prédios anexos, como Centro de Atendimento ao Cidadão e Jurídico (CAC), Biblioteca, Acervo Histórico, Departamento de Bem - Estar Social (Debs) e creche.

De acordo com o servidor da Alepa, Luiz Claudio Silva Leal, técnico em manutenção e responsável pelo processo, alguns gabinetes que estão funcionando com número reduzido de pessoas foram desinfectados. Outros, ainda vão receber a aplicação dos produtos.

“Ainda não conseguimos fazer em todos os gabinetes, mas estamos programando para os próximos dias, pois ainda vamos realizar outras aplicações e também uma geral em toda a Casa”, disse.

"Esse processo teve a iniciativa do presidente Dr Daniel Santos e é muito importante para nós servidores sabermos que podemos trabalhar em condições de segurança em relação ao Coronavírus. Quanto mais a gente se prevenir, melhor. O deputado fazer essa ação para funcionários trabalharem com segurança é melhor e ele está tendo esse cuidado. Faz bem para os servidores chegarem à Alepa e saber que o local está bem desinfectado”, concluiu Cláudio.

De acordo com pesquisas científicas, o novo Coronavírus, responsável pela  Covid-19, pode permanecer vivo por até três horas no ar, até quatro horas em superfícies de cobre, até 24 horas em superfícies de papelão e até três dias em superfícies de plástico e aço inoxidável. Por isso, a importância de se realizar processos constantes de desinfecção em ambientes internos e espaços públicos com grande circulação de pessoas.     

Diferenças - Os processos de higienização e desinfecção ainda geram dúvidas na sociedade. Saiba as diferenças de cada um.

A limpeza é a ação que remove sujeiras visíveis aos olhos. Normalmente, essa ação é feita com água, detergente e fibra (quando feita em ambientes), realizando, assim, a remoção da sujeira ou gordura residual (material orgânico mais fino).

A desinfecção é o processo capaz de eliminar a maioria dos organismos causadores de doenças, com exceção dos esporos. O método é classificado em: desinfecção de alto nível, nível intermediário e baixo nível.

Fonte: Anvisa

Palácio Cabanagem - Rua do Aveiro,130 - Praça Dom Pedro II, Bairro Cidade Velha - 66020-070
(91) 3213-4200
AID - Assessoria de Imprensa e Divulgação - Email: [email protected] | Sistemas
Ouvidoria: ouvidoria.alepa.pa.gov.br

Todos os Direitos reservados | 2019